Empreendedorismo deveria ser disciplina escolar?

Ultimamente, cursos baseados em empreendedorismo foram lançados em várias universidades e escolas para ajudarem aspirantes a empreendedores. Muitos alunos sonham durante a vida toda em começar seu próprio negócio. Como um dono de empresa, é prudente que você tenha um certo volume de conhecimento e habilidades. Mas a questão é “empreendedorismo pode ser ensinado nas escolas?”. Muitos empreendedores e estudiosos manifestaram suas opiniões nesse debate contínuo. Temos exemplos como Mark Zuckerberg, Bill Gates e Steve Jobs que não tiveram formação acadêmica. Esses nomes provaram de alguma forma que o conceito de empreendedorismo como disciplina não é totalmente necessário.
Monica Malhotra Kandhari, diretora do MDB Group, acha que empreendedorismo definitivamente deve ser ensinado nas escolas. “Todos nós devemos estar cientes das mudanças que estão ocorrendo, e as escolas devem produzir os executores, criadores e pensadores de ponta que o mundo tanto precisa. Ensinar empreendedorismo nas escolas irá nos ajudar a introduzir o pensamento crítico, habilidades de comunicação e colaboração nos alunos, que não apenas irá auxiliá-los a navegar em um futuro incerto mas também como ter sucesso na vida a longo prazo”, ela disse.
Malhotra também disse que aprendendo empreendedorismo cedo pode habilitar o jovem a ser mais inovador, resolvedor de problemas e até mesmo inventar sua própria profissão se for preciso.
Nos dias de hoje em que tudo e todos crescem rápido e da grande importância da mídia digital, são mais numerosas as oportunidades para a mais nova geração em termos de emprego. Empreendedorismo se tornou uma das palavras mais discutidas da década.
Já Narendra Goidani, fundador da Lifeschool, diz que a escolas devem integrar um assunto que focaria nas habilidades necessárias para se tornar um empreendedor.
“Como empreendedorismo não pode ser ensinado teoricamente, as escolas devem adotar modos práticos de ensino para que as pessoas possam incorporar essas experiências em suas vidas caso elas tenham a pretensão de se tornar empreendedoras. Conhecimento prático dado nessa fase da vida é tão importante que será muito mais fácil ajustar ao ambiente fora da escola” ele disse.
Como líder escolar e um empreendedor, Kunal Dalal, diretor da JBCN International School, acredita que encorajar empreendedorismo ainda jovem é um passo na direção certa.
“Todo mundo acredita que quando você vai para a faculdade irá aprender como ser um empreendedor. Mas empreendedorismo não tem limite de idade, você pode se tornar um e ter uma ideia, solução ou produto até mesmo enquanto você está na escola. Colégios que encorajam o empreendedorismo são mais suscetíveis a criarem líderes de criatividade ilimitada” ele completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *