PROPÓSITO DE VIDA. ACHE O SEU E NUNCA TERÁ QUE TRABALHAR

Ontem tive um sessão incrível com uma coachee minha. Ela, uma profissional de uma área bem conservadora, vinha reclamando demasiadamente do nível educacional de seus colaboradores. Essa foi a nossa 8a sessão e o tema era Missão e Propósito de Vida (eu uso aprendizados do mundo empresarial em minhas sessões, ou seja, todo coachee meu sai com uma declaração de qual é sua missão).

Pedi a ela para fazer uma lista de seus talentos e dentre eles ficou claro que ela possui um dom de transmitir conhecimento de forma clara, didática e concisa. Perguntei se dava prazer em fazer aquilo, e ela me disse que não via o tempo passar quando ensinava seus funcionários. A sessão transcorreu super bem e conseguimos escrever uma maravilhosa declaração de Missão de Vida, fazendo com que ela passasse a encarar seu trabalho de uma outra forma, ou seja, um trabalho onde ela expressa seu talento único e serve as pessoas.

Tenho certeza de que todos nós nascemos com um talento único e é nosso dever descobrí-lo. Uma vez descoberto, é seu direito expressá-lo, a despeito das críticas, e colocá-lo em favor do próximo. Somente assim poderemos contribuir para um mundo melhor e você verá, ainda, que nunca sentirá que está trabalhando, porque você estará exercendo algo que lhe dá prazer e, ainda por cima, dinheiro.

Após a sessão, lembrei desse texto que um amigo havia me enviado, e compartilho aqui com vocês para que possamos, juntos, refletir sobre isso.

#proposito #mentordenegocios #coachdepessoas #startup #empreender #nuncaetarde #mentoria #coaching

 A LEI DO DARMA E PROPÓSITO DE VIDA

Todos têm um propósito de vida… Um dom singular ou um talento único para dar aos outros.

E, quando misturamos esse talento singular com benefícios aos outros, experimentamos o êxtase da exultação do nosso próprio espírito – entre todos, o supremo objetivo.

Quando você está trabalhando, o passar das horas deve soar como música extraída de uma flauta.

…E o que é trabalhar com amor ? É como tecer uma roupa com fios que vem do coração como se fosse o seu bem-amado a usa-la…

Kalil Gibran, O profeta.

 

A sétima lei espiritual do sucesso é a lei do darma. A palavra darma vem do sânscrito e significa “propósito de vida”. Segundo a lei do darma, assumimos uma forma física para cumprir um propósito de vida. O campo da potencialidade pura é divindade em essência. É o divino Deus assumindo a forma humana para cumprir um propósito.

De acordo com esta lei, você tem um talento singular e uma maneira única de expressa-lo. Existe alguma coisa que você consegue fazer melhor do que todo o mundo. E para cada talento singular, na sua forma única de expressar, existem necessidades específicas. Quando essas necessidades  se combinam com a expressão criativa do seu talento, surge a fagulha que cria a riqueza.

Se você ensinar este pensamento às crianças, poderá ver os seus efeitos. Fiz isso com os meus filhos. De vez em quando, eu falava que havia uma razão para  eles estarem aqui e que cada um teria de descobrir por si mesmo que razão era essa. Desde os quatro anos eles ouviam isso. Também ensinei-lhes a meditar quando tinham mais ou menos essa idade. Eu lhe dizia sempre: “Não quero que vocês se preocupem em ganhar muito dinheiro. Se não forem capazes disso quando crescerem, eu mesmo providenciarei o seu sustento, portanto, não se preocupem. Não quero que o objetivo das suas vidas seja o de ser um sucesso na escola, nem o de ter as melhores notas, ou o de freqüentar as melhores faculdades. Mas, quero que se perguntem como descobrir o seu talento e servir à humanidade, pois cada um de vocês tem um talento único que ninguém mais tem. E, cada um tem um forma de expressar esse talento que mais ninguém tem” . O resultado é que eles acabaram indo para as melhores faculdades e são únicos naquilo que os torna economicamente auto-suficientes, porque estão concentrados no que vieram fazer aqui. É essa, portanto, a lei do darma.

A lei do darma apresenta três componentes. O primeiro é o de que estamos aqui para encontrarmos o nosso verdadeiro Eu, para descobrir que o nosso verdadeiro Eu é espiritual, que somos essencialmente seres espirituais expressos numa forma física. Não somos seres humanos que de vez em quando têm experiências espirituais. Ao contrário, somos seres espirituais que de vez em quando têm experiências humanas.

Estamos aqui para descobrir o nosso Eu superior ou espiritual. Essa é a primeira coisa que se cumpre na lei do darma. Precisamos descobrir por nós mesmos que temos em nosso interior um embrião de deus ou deusa, desejoso de nascer e de expressar a sua divindade.

segundo componente é o de que devemos expressar o nosso talento singular. A lei do darma diz que todo ser humano tem um talento único. Ou seja, você tem um talento só seu. Ele é único na sua expressão e tão específico que ninguém mais em todo o planeta tem um igual, ou maneira parecida de expressa-lo. Isto significa que há uma coisa que você pode fazer e de um jeito melhor do que qualquer outra pessoa sobre a Terra. Quando você está fazendo essa coisa, perde a noção do tempo. E, quando está expressando esse talento único – muita gente tem mais de um talento – você penetra na consciência atemporal.

terceiro componente é o de que devemos servir à humanidade. Para isso devemos fazer as seguintes perguntas: “Como poso ajudar ? Como posso ajudar a todos com tenho contato ?”

Quando você combina a capacidade de expressar o seu talento único com benefícios à humanidade, está fazendo pleno uso da lei do darma. Agindo assim, e somando a experiência da sua própria espiritualidade, o campo da potencialidade pura, não há meios de você não ter acesso à abundância ilimitada, porque essa é a verdadeira forma de se obter abundância.

E, não se trata de abundância passageira. Ela é permanente por causa do seu talento único, da sua maneira específica de expressá-lo, dos benefícios e dedicação aos seus semelhantes, que descobriu ao se perguntar: “Como posso ajudar ?”, em de “O que vou ganhar com isso ?”.

A pergunta “O que vou ganhar com isso ?” é o diálogo interior com o ego. A pergunta “Como posso ajudar ?” é o diálogo interior com o seu espírito. O espírito é aquele domínio da nossa consciência em que experimentamos nossa universalidade. Ao mudar o seu diálogo interior – do “Que ganho com isso ?” para “Como posso ajudar ?” – automaticamente você está indo além do ego e entrando no domínio do espírito. Embora a meditação seja o melhor caminho para entrar no domínio do espírito, Ao mudança do seu diálogo interior para “Como posso ajudar ?” também dará acesso a ele, ao domínio da consciência onde você experimentará a sua universalidade.

Se você quiser fazer uso pleno da lei do darma, terá de assumir alguns compromissos.

primeiro é o de procura o seu Eu superior, que está além do ego. Isso você consegue através de práticas espirituais.

segundo é o de descobrir talentos únicos. E, ao encontra-los, alegrar-se, porque o processo do prazer ocorre quando se entra na consciência atemporal. É quando estamos em estado de graça.

terceiro compromisso é o de se perguntar como poderá melhor servir à humanidade. Você deve simplesmente dizer: “Vou responder a essa pergunta e depois colocar a resposta em prática. Vou usar os meus talentos únicos para suprir as necessidades dos meus semelhantes. Vou combinar essas necessidades ao meu desejo de ajudar e servir aos outros”.

E, depois , sentar e fazer uma lista de repostas a essas duas questões. Pergunte-se, quando o dinheiro não é problema e se você tem todo o tempo do mundo, o que faria. Se responder que continuaria fazendo o que faz hoje, então, já está no seu darma , porque tem paixão pelo que faz e está expressando os seus talentos singulares. Em seguida, pergunte-se como melhor servir à humanidade. Responda à pergunta e coloque em prática a sua resposta.

Descubra a sua divindade, encontre o seu talento único, use-o para servir à humanidade e você gerará toda a riqueza que quiser. Quando a sua expressão criativa combina-se às necessidades dos seus semelhantes, a riqueza flui espontaneamente do não manifesto para o manifesto, do reino do espírito para o mundo da forma física. Você passa a experimentar a sua vida como uma expressão milagrosa da divindade. Não só de vez em quando, mas o tempo todo. E, você vai conhecer a verdadeira alegria e o verdadeiro significado do sucesso – o êxtase e a exultação do seu próprio espírito.

APLICAÇÃO DA LEI DO DARMA OU DO PROPÓSITO DE VIDA

Você pode colocar a lei do darma em ação assumindo o compromisso de dar os seguintes passos:

1)     Nutrir amavelmente, hoje, a divindade que habita em você, no fundo da sua alma. Prestar atenção ao seu espírito, que anima o seu corpo e a sua mente. Despertar desse profundo sono dentro do seu coração. Carregar consigo a consciência da atemporalidade, do ser eterno, em todas as experiências limitadas pelo tempo.

2)     Fazer uma lista dos seus talentos únicos. Depois, outra lista das coisas que adora fazer quando está expressando esses talentos. Diga, então: “Quando eu os expresso e os ponho a serviço da humanidade, perco a noção do tempo e crio abundância em minha vida, bem como na vida dos outros ?”.

3)     Perguntar a si mesmo diariamente: “Como posso servir ?” e “Como posso ajudar ?” As respostas a essas perguntas permitirão ajudar e servir aos seus semelhantes, com amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *